Moradores do bairro Lagoa Seca dão mais um passo em direção à regularização fundiária dos imóveis

Publicado em 30 janeiro de 2018
 
(http://twitter NULL.com/share)
Vice-prefeito Marcelo Braune entrega a moradores do bairro Lagoa Seca um resumo do andamento do processo de regularização fundiária e o carnê de IPTU

Vice-prefeito Marcelo Braune entrega a moradores do bairro Lagoa Seca um resumo do andamento do processo de regularização fundiária e o carnê de IPTU

A atual administração vem, desde o início do ano passado, empenhando-se arduamente na regularização fundiária de alguns imóveis. E na tarde desta segunda-feira, 29, o vice-prefeito Marcelo Braune entregou a moradores do bairro Lagoa Seca um resumo do andamento do processo de regularização fundiária e o carnê de IPTU, já que muitos deles estavam sem a documentação legal dos imóveis que receberam de antigas gestões da Prefeitura. 

“Até agora, desde a criação da Comissão de Regularização Fundiária, dada no início da nossa gestão, aproximadamente 2500 atendimentos foram realizados, 780 abertos e a metade desses concluídos. É um grande feito esse passo na regularização fundiária, pois trata-se de algo que há muito tempo desejo resolver. É um trabalho que não tem ônus nenhum para o Executivo e que impacta positivamente na vida de muitas pessoas. Os resultados são bem além do que eu imaginava que fôssemos conseguir”, destacou o vice-prefeito e também presidente da comissão, Marcelo Braune. 

As vizinhas Marilda Silva e Inês Pacheco, ambas donas de casa, perderam suas casas após um deslizamento de terras em 2007 e ganharam uma nova alguns anos depois. Mas a falta de documentação dos imóveis sempre foi uma grande preocupação para elas. 

“Desde quando ganhei minha nova casa sempre me preocupei com a legalização dela. E agora só tenho a agradecer”, disse Marilda.

“Precisávamos muito disso. Estou muito feliz por receber essa ajuda da Prefeitura para solucionar essa questão”, completou Inês. 

O cabeleireiro Mentuzael Gomes também sofreu com a perda do imóvel em 2007 e, ao ganhar a nova casa, onde reside hoje, em Lagoa Seca, não recebeu a documentação legal, o que implicou em várias conseqüências. 

“O cidadão precisa de coisas básicas como endereço para receber suas correspondências, sendo que nem isso a gente recebia. Essa conquista agora representa um passo muito importante para nós. 

Para a regularização das propriedades é necessário que os moradores dirijam-se ao departamento de regularização fundiária na Prefeitura de Nova Friburgo e dêem entrada no processo. Posteriormente, é feito o cadastro com a devida inscrição do cidadão como detentor de posse do lote e emissão do carnê de IPTU com vencimento já para o próximo ano.