Saúde de Nova Friburgo: secretário interino concede coletiva de imprensa e fala dos principais desafios de sua gestão

Publicado em 27 dezembro de 2017
 
(http://twitter NULL.com/share)
.

.

Na tarde desta quarta-feira, 27, o secretário interino da Saúde de Nova Friburgo, Christiano Huguenin, concedeu coletiva de imprensa na Sala de Gestão do Centro Administrativo Cesar Guinle e falou dos principais desafios de sua gestão.

Inicialmente, destacou a importância do Hospital Raul Sertã, que atende além de Nova Friburgo, a outros 11 municípios da região. Ressaltou uma série de elementos que dizem respeito à unidade como as obras em curso, que deverão propiciar mais conforto aos usuários.

Há dois dias o secretário interino está alocado dentro do hospital a fim de conhecer de perto as demandas e encontrar as soluções necessárias. Segundo ele, é um conjunto de ações que precisa dar certo.

“Nestes primeiros dias estaremos voltados ao hospital para identificarmos as questões prioritárias, ficarmos perto do servidor e da população. A gestão de pessoas e a organização de todo o corpo clínico são algumas das metas nesse momento”.

De acordo com Huguenin, é importante resgatar no friburguense a credibilidade no trabalho que é feito dentro do Raul Sertã que, mesmo em meio às dificuldades e com tantas unidades de saúde fechando em todo o estado, ainda está conseguindo atender à população.

“Vamos cuidar para que a Atenção Básica e o andamento dos processos licitatórios sejam eficientes e atendam a contento e não no improviso, bem como desejamos estabelecer uma relação de transparência com os atores da Saúde”.

O secretário também destacou a importância da capacitação dos colaboradores, melhoria dos salários, condições de trabalho e das ações a serem desenvolvidas em outros equipamentos como o Hospital Maternidade Dr. Mário Dutra de Castro e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Estou atuando de forma interina, mas com muita disposição para contribuir com o meu município. Nossa palavra-chave será planejamento e trabalharemos muito para que possamos ter novos tempos na Saúde pública municipal”, finalizou.