Nova Friburgo alcança 1º lugar no ranking em segunda fase do projeto Cidades Empreendedoras, do Sebrae

Publicado em 2 outubro de 2017
 
(http://twitter NULL.com/share)

Município concorre com outras dez cidades do Rio e disputa acontece até dezembro

Propiciar um ambiente cada vez mais favorável ao micro e pequeno empreendedor local a fim de fomentar a economia. Com essa proposta, a Prefeitura aderiu ao projeto Cidades Empreendedoras do Sebrae e já alcançou a marca de 1º lugar no ranking do projeto em sua segunda fase, que aconteceu na última sexta, 29. O encontro foi realizado na Sala de Gestão e contou com a presença de representantes de diversos setores da municipalidade e também da instituição.

“É muito satisfatório para a atual gestão conquistar essa posição já na segunda fase do projeto. Isso é resultado de um trabalho em conjunto, feito de maneira ética e comprometida, de modo a consolidar as políticas públicas voltadas para o empreendedor. Agora, nossa prioridade é seguir firme no projeto e manter esse resultado”, frisou o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Walter Thuller.

Nova-Friburgo está em primeiro lugar no programa Cidades Empreendedoras

Nova-Friburgo está em primeiro lugar no programa Cidades Empreendedoras

O Cidades Empreendedoras consiste em promover uma competição entre onze municípios até dezembro, quando será enfim consagrado o município vencedor. A cada mês são mensuradas as ações de políticas públicas relacionadas ao desenvolvimento econômico. O município que estiver regular com os dados solicitados pela instituição a respeito de determinadas áreas, obtém uma pontuação. Caso não esteja, assume o compromisso de regularizar a situação até o próximo encontro e marcar novos pontos.

Entre as ações desenvolvidas em Nova Friburgo que marcaram pontos no projeto estão a capacitação dos servidores para o trabalho de compras públicas, a divulgação do canal de compras da Prefeitura e a associação entre produtores rurais e a Secretaria de Educação para a compra de insumos da merenda escolar. De acordo com a analista do Sebrae, Raquel Stunn, a iniciativa visa desburocratizar e simplificar processos, promovendo assim a aproximação do pequeno e micro empresário com a Prefeitura.

“Desta forma, criamos um ambiente de negócios favorável, em especial neste momento de grave crise econômica no país. O nosso papel é ajudar e facilitar o micro e pequeno empreendedor neste processo. E vemos em Nova Friburgo um grande potencial para isto”, salientou.

Além de Nova Friburgo, também participam do projeto São Pedro da Aldeia, Volta Redonda, Itaperuna, Campos dos Goytacazes, Petrópolis, Niterói, Três Rios, Angra dos Reis, Nova Iguaçu e Duque de Caxias.