Seminário Rede Cegonha marca o início de uma nova era no Hospital Maternidade

Publicado em 16 fevereiro de 2017
 
(http://twitter NULL.com/share)

Criadora do projeto adotado pelo Ministério da Saúde no Brasil, Suzane Menezes integra o Comitê de Gestão da Saúde de Nova Friburgo

O prefeito Renato Bravo reconheceu a importância da realização do seminário Rede Cegonha e a necessidade de qualificação

O prefeito Renato Bravo reconheceu a importância da realização do seminário Rede Cegonha e a necessidade de qualificação

Dezenas de servidores de diferentes setores da Secretaria de Saúde, em especial do Hospital Maternidade Doutor Mario Dutra de Castro, participaram na manhã desta quinta-feira, 16, do I Seminário da Rede Cegonha de Nova Friburgo “Boas Práticas no Parto e no Nascimento”, promovido pelo Grupo Condutor da Rede Cegonha de Nova Friburgo, em parceria com o Comitê de Gestão da Saúde.

Para compor a mesa de abertura do seminário estavam presentes o prefeito Renato Bravo, a primeira-dama Cristina Bravo, a secretária de Saúde (interina) e subsecretária hospitalar, Michelle Silvares, a subsecretária de Vigilância em Saúde, Fabíola Penna, a diretora da Maternidade, doutora Claudia Maria Duarte da Silva, Gilson Saippa e Suzane Menezes, ambos do Comitê de Gestão da Saúde de Nova Friburgo. Também participaram da atividade a coordenadora da Rede Cegonha em Nova Friburgo, Lucia Helena de Castro, a coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Débora Spezanes, a coordenadora do Banco de Leite, doutora Eunice do Amaral, além de Rosane Siqueira, pediatra do Ministério da Saúde (Estratégia Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis- EBBS) Fiocruz – IFF.

A enfermeira Suzane Menezes, criadora da Rede Cegonha e integrante do Comitê de Gestão da Saúde, está otimista quanto aos excelentes resultados que o projeto trará às mulheres em Nova Friburgo

A enfermeira Suzane Menezes, criadora da Rede Cegonha e integrante do Comitê de Gestão da Saúde, está otimista quanto aos excelentes resultados que o projeto trará às mulheres em Nova Friburgo

“Este evento é de vital importância para a cidade de Nova Friburgo. Hoje a área materno-infantil tem essa estratégia de humanização e acolhimento das mulheres, das famílias e dos bebês. A Maternidade precisa retomar algumas diretrizes e estratégias já propostas pela Rede Cegonha. E este evento marca o início de uma nova era, onde a gente tem a integração da atenção primária, da atenção básica e dos postos de saúde com a Maternidade, onde vamos capacitar e mostrar as estratégias para essa área materno-infantil”, comemorou Suzane Menezes, do Comitê de Gestão da Saúde e criadora da Rede Cegonha no Brasil.

“A Maternidade está retornando ao que era. Este é apenas o início de um trabalho que certamente trará muitos benefícios à população. Estamos aqui há cerca de um mês e meio e já vimos grandes transformações”, projetou Claudia Maria Duarte da Silva, diretora da Maternidade.

Rede Cegonha propicia a mulheres e suas famílias uma experiência positiva no parto e nascimento e, às crianças, um bom começo de vida

A Rede Cegonha foi criada pela enfermeira Suzane Menezes, do Comitê de Gestão da Saúde de Nova Friburgo, e integra uma estratégia do Ministério da Saúde que visa implementar uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

Esta estratégia tem a finalidade de estruturar e organizar a atenção à saúde materno-infantil no país e será implantada gradativamente em todo o território nacional, iniciando sua implementação respeitando o critério epidemiológico, taxa de mortalidade infantil e razão mortalidade materna e densidade populacional.

Durante o encontro foram apresentadas as diretrizes da Rede Cegonha e os passos percorridos pela Maternidade para a implantação do projeto. Entre os objetivos, a Rede Cegonha visa propiciar às mulheres e suas famílias uma experiência positiva no parto e nascimento e, às crianças, um bom começo de vida.

O auditório do Hospital Maternidade ficou lotado durante a realização do seminário Rede Cegonha nesta quinta-feira, 16

O auditório do Hospital Maternidade ficou lotado durante a realização do seminário Rede Cegonha nesta quinta-feira, 16