Secretaria Municipal de Cultura começa as comemorações da Semana Villa-Lobos

Publicado em 6 março de 2012
 

Tenor Martin Fernandez e Banda Euterpe abrem as comemorações da Semana Villa-Lobos (Foto: Leonardo Vellozo)

Na noite de sábado, 3 de março, os que estiveram na Praça Getúlio Vargas, no Centro de Nova Friburgo, viveram momentos de encanto, emoção e arte. A Banda Euterpe Friburguense apresentou-se juntamente com o cantor lírico Martin Fernandez, por cerca de uma hora, para um público formado não só pelos amantes da música erudita, mas também pelos que passavam pela praça e paravam por não resistirem aos perfeitos e sedutores acordes da Euterpe Friburguense, que comemora 150 anos em 2013.

O evento, que é uma realização da Prefeitura de Nova Friburgo por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e que tem como secretário o jornalista e escritor David Massena, abriu as comemorações da “Semana Villa-Lobos”. O concerto contou com a apresentação de três números do compositor Heitor Villa-Lobos, assim como outras músicas clássicas, como óperas, todas executadas pelos 40 músicos da Euterpe Friburguense, coordenadas pelo maestro Nelson José da Silva Neto. A apresentação foi iniciada com o Hino do Centenário de Nova Friburgo.

Para Mário Bastos, o Marinho, da Secretaria Municipal de Cultura e coordenador do Projeto Banda na Praça, o evento é muito importante porque além de marcar o início das comemorações pelo nascimento de Villa-Lobos, constitui-se em um fato histórico. “Estamos em uma praça que tem quase 200 anos, juntamente com a Euterpe Friburguense, que é uma das instituições mais tradicionais do Brasil”, destacou Marinho.

Desde o ano de 2009, explicou Marinho, por meio de um decreto presidencial, foi instituído o Dia da Música Clássica, comemorado no dia 05 de março, data do nascimento de Villa-Lobos. Em Friburgo, as comemorações não se resumem ao dia 5 de março e seguem por toda a semana, com eventos variados (veja a programação), todos de graça, até sábado, 10 de março, com o encerramento do evento.

 

Tenor Martin Fernandez e Banda Euterpe abrem as comemorações da Semana Villa-Lobos. (Foto: Leonardo Vellozo)

A música é capaz de realizações incríveis e impensadas na vida das pessoas. A prova disso é Aparecida Brandino, que assistia ao concerto na noite deste sábado. Ela contou que há cerca de um ano e meio sofria de uma depressão muito séria. Indicada por uma amiga, para ajudar no tratamento, se inscreveu no coral da Euterpe. “Me curei da depressão cantando, e, além disso, eu e o professor do coral nos apaixonamos. Estamos namorando e vamos nos casar em maio deste ano”, comemora Aparecida, que nem de longe lembra uma pessoa que teve um problema de saúde tão sério e foi curado pela música e pelo amor. Por isso, pode parecer frase feita, mas é a mais pura verdade, diz Aparecida “quem canta os males espanta”.

 

A Euterpe Friburguense, que faz parte da Sociedade Musical Friburguense, fundada em 26 de fevereiro de 1863, é a banda civil mais antiga em atividade no Brasil. Possui uma escola de música aberta a todos os cidadãos e também o coral, com ensaios sempre às terças-feiras, na sede da banda, que fica na Avenida Euterpe Friburguense 53, telefone 2521-1085, sempre a partir das 14 horas.

 

Villa-Lobos realizou seu primeiro Concerto em Nova Friburgo, no ano de 1915


Uma das datas mais importantes da cultura friburguense é 29 de janeiro de 1915. Nesta data aconteceu o primeiro Concerto de Heitor Villa-Lobos, no extinto Theatro Dona Eugênia, que ficava na Rua General Câmara, atual Rua Augusto Spinelli; sendo sua estreia como compositor.

Naquela noite, ao lado de sua esposa, a pianista Lucilia, e do flautista Agenor Bens, Heitor Villa-Lobos, ao violoncelo, apresentou composições suas e de grandes mestres da música internacional. O Concerto fez tanto sucesso que motivou outro logo depois, no dia 02 de fevereiro, desta vez no extinto Cinema Odeon, que ficava na Praça XV de Novembro, atual Praça Getúlio Vargas, esquina com a Rua General Pedra, atual Rua Farinha Filho.

Dias depois, ainda em Nova Friburgo, Heitor Villa-Lobos viria a compor e executar seu primeiro Quarteto de Cordas. A audição aconteceu na residência do maestro Homero de Sá Barreto, na Rua General Osório 88. Participou do encontro, entre outros, os consagrados maestros Artur Eugênio Sttutz e Sérvio Lago.

Vale destacar que Villa Lobos era um defensor apaixonado da música e cultura popular brasileira, um grande maestro carioca, que não tinha vergonha de ser brasileiro, pelo contrário, em suas músicas havia quase sempre elementos folclóricos e populares característicos do seu país de origem.

 

Programação 

 

06/03 – Terça-feira

10h30 – Momento Villa-Lobos

Exibição de gravação em áudio onde o compositor fala da sua vida, da sua música e de seu país.

Oficina-Escola de Artes de Nova Friburgo

 

07/03 – Quarta-feira

19h – Mostra de Cinema

Exibição do Filme – “Villa-Lobos uma história de paixão”

Oficina-Escola de Artes de Nova Friburgo – Cineclube do Barão

 

08/03 – Quinta-feira

10h – Oficina de Cordas dedilhadas

“O Violão de Villa Lobos”

Professor Paulo Newton

20h – Alunos – Os participantes deverão levar os Instrumentos

Oficina-Escola de Artes de Nova Friburgo

 

09/03 – Sexta-feira

10h – Oficina de Violinos

Oficina-Escola de Artes de Nova Friburgo

 

10/03 – Sábado

18h – Banda na Praça com a S.M.B. Campesina Friburguense

Praça Getúlio Vargas